O que você deseja? O que você realmente quer?


Quantas vezes você já se pegou querendo fazer uma compra simplesmente por estar em um shopping? Ver aquele smartphone novinho na vitrine, o carro novo na revista, o impulso de comprar vem na hora.

A ciência explica que é natural do Ser ter desejos. Mas há um grande diferenciação entre desejar e querer. Nosso cérebro é composto de quatro sistemas distintos. Três deles são parte do modelo proposto pelo neurocientista Paul D. MacLean: o complexo reptiliano, o sistema límbico e o sistema neocortical. O primeiro controla as atividade responsáveis pela sobrevivência, como a respiração. O segundo controla as emoções e o terceiro, o raciocínio. O quarto sistema é o cérebro moral, possivelmente localizado na ínsula, que é responsável pelos nossos julgamentos e escolhas morais.

O desejo se origina no sistema límbico, a parte do cérebro responsável pela formação das emoções. Já a transformação do desejar em querer ocorre no córtex, local onde as decisões racionais são processadas. Resumindo, desejar é uma ação irracional; querer é racional.

Dessa forma, antes de adquirir algo, pense se realmente quer, ou se é apenas desejo. Questione se você está consciente das responsabilidades que a aquisição lhe trará. Além disso, analise se o que você quer não é algo diferente do objeto que está comprando. A publicidade hoje faz de tudo para que você transforme seus desejos não só num simples querer, mas em verdadeira necessidade. Tome cuidado, é fácil cair nessa armadilha.

Até a próxima,

Bons insvestimentos!!!


41 visualizações

        Copyright © 2007 - 2020 - Aulas de Bolsa - Todos direitos reservados

cadastro@aulasdebolsa.com.br - São Paulo - SP - Brasil